Imprimir

Acupuntura

Posted in Uncategorised

acupuntura 1 aupuntura 2 acupuntura 3 acupuntura 4

Tem origem na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), que é uma ciência médica milenar (mais de 5.000 a.c) que visa reestabelecer a saúde do paciente através de um todo, ou seja, através do equilíbrio energético sistêmico.

No corpo de todos os animais, existem meridianos ou canais, neles circulam a energia vital, chamada de Qi. A acupuntura consiste na técnica de inserção de finíssimas agulhas nos acuopontos, neles é onde existe a maior concentração de Qi, assim a inserção das agulhas mobiliza e estimula o Qi existente equilibrando assim o sistema energético do animal.

Como a medicina tradicional chinesa abrange uma ampla estrutura de interações, ela pode detectar um desequilíbrio antes que esse se torne uma doença. Assim, ela pode ser usada como uma terapia de prevenção para ajudar o animal a manter-se saudável.

Pode ser feita através de duas técnicas: agulhas secas e eletroacupuntura.

Principais Indicações em pequenos animais:

-Discopatias (hérnia de disco, espondiloses)

-Imunoestimulação

-Disfunção no sistema reprodutivo (gravidez psicológica)

-Disfunções dermatológicas

-Disfunções neurológicas (convulsões, sequela de cinomose)

-Controle da dor

-Enfermidades ortopédicas (artrites, bursites, displasias, tendinites)

-Doenças cardíacas, respiratórias, renais e digestivas.

-Doenças mentais

-Enfermidades crônicas

-Pré e pós operatório

 

Imprimir

Acupuntura (2)

Posted in Uncategorised

acupuntura 1 aupuntura 2 acupuntura 3 acupuntura 4

Tem origem na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), que é uma ciência médica milenar (mais de 5.000 a.c) que visa reestabelecer a saúde do paciente através de um todo, ou seja, através do equilíbrio energético sistêmico.

No corpo de todos os animais, existem meridianos ou canais, neles circulam a energia vital, chamada de Qi. A acupuntura consiste na técnica de inserção de finíssimas agulhas nos acuopontos, neles é onde existe a maior concentração de Qi, assim a inserção das agulhas mobiliza e estimula o Qi existente equilibrando assim o sistema energético do animal.

Como a medicina tradicional chinesa abrange uma ampla estrutura de interações, ela pode detectar um desequilíbrio antes que esse se torne uma doença. Assim, ela pode ser usada como uma terapia de prevenção para ajudar o animal a manter-se saudável.

Pode ser feita através de duas técnicas: agulhas secas e eletroacupuntura.

Principais Indicações em pequenos animais:

-Discopatias (hérnia de disco, espondiloses)

-Imunoestimulação

-Disfunção no sistema reprodutivo (gravidez psicológica)

-Disfunções dermatológicas

-Disfunções neurológicas (convulsões, sequela de cinomose)

-Controle da dor

-Enfermidades ortopédicas (artrites, bursites, displasias, tendinites)

-Doenças cardíacas, respiratórias, renais e digestivas.

-Doenças mentais

-Enfermidades crônicas

-Pré e pós operatório

 

Imprimir

Aromaterapia

Posted in Uncategorised

aroma 1 aroma 2 aroma 3

Este termo foi empregado pela primeira vez em 1964, pelo químico Frances René Maurice, a terapia dos aromas é o conjunto de formas terapêuticas que se vale dos princípios ativos dos óleos essenciais para prevenir e auxiliar no processo de cura de males físicos, emocionais e metais. O objetivo é equilibrar corpo, mente e comportamento.

Suas formas terapêuticas incluem massagens, banhos relaxantes, utilização de aromas no ambiente de casa, brinquedos e caminhas em que seu animal fica.

Os óleos essenciais são extratos concentrados de plantas aromáticas, que podem se apresentar nas folhas, flores, frutos, sementes e raízes. Na aromaterapia, os óleos essenciais são os instrumentos usados para prevenir e auxiliar na cura de doenças. Eles agem no corpo do animal de varias formas: por penetração pela pele (protegendo, desintoxicando e regenerando), pelas vias respiratórias (como expectorantes, descongestionantes e desinfetantes), pelo olfato (penetram por barreiras de contato com o sistema nervoso central).

A terapia com aromas tem suas raízes nas mais antigas práticas curativas da humanidade. Os exemplos mais comuns são: aspirina (acido no acetilsalicílico, presente no óleo essencial de cravo) e a morfina, substância extraída da papoula que atua no sistema nervoso, como um potente anestésico.

Principais indicações: feridas, seborreias, problemas respiratórios, problemas musculares, problemas articulares, tendinites, ansiedade, depressão, estresse, fraqueza, imunidade baixa, medo, inflamações, infecções urinarias, etc.

Imprimir

Artrite e Artrose

Posted in Uncategorised

Artrite ou osteoartrite é uma condição dolorosa, uma inflamação que afeta as articulações, e pode ocorrer nos quadris, nos ombros, cotovelos, etc., do animal. È considerada doença do envelhecimento (afeta um em cinco cães com mais de sete anos de idade, que é o começo da velhice, para cães e gatos), mas pode ter várias causas: quedas, atropelamentos, obesidade, tendência genética. Artrite é uma inflamação leve, e artrose é a doença crônica, porque na artrose há a destruição dos tecidos das articulações.

Ja a artrite reumatóide ocorre quando o sistema imunológico do cachorro cria anticorpos que matam as proteínas do corpo, obviamente um dos problemas mais sérios dos cães. A cartilagem nas articulações torna-se inflamada, como resultado da resposta autoimune. Normalmente são administrados esteróides para matar os anticorpos e fortalecer o tecido ao redor das articulações.

 

Enquanto que a artrite séptica ocorre quando uma infecção no sistema do cachorro atinge a articulação. A infecção se desloca através da corrente sangüínea, e se instala na articulação.

                                    

Porém, o problema não se limita aos cães idosos. Displasia coxofemoral, ruptura dos ligamentos cruzados, luxação da patela, trauma articular, e outras condições comuns podem causar artrite degenerativa, mesmo em cães jovens. Cães de raças grandes são mais afetadas do que os cães de pequeno porte. Cães pesados ​​têm maior probabilidade de apresentar sintomas devido ao esforço extra colocado nos ligamentos e articulações.

  • Sinais que podem indicar que seu cão tenha artrite:
    -Dificuldade em urinar, defecar, levantar ou se abaixar;
    Relutância em fazer exercícios ou em subir e descer obstáculos; hesitação para pular
    Ele na esta conseguindo apoiar normalmente alguma patinha no chão, ou seja está mancando
    Quando sente dor, o animal tende a poupar o membro para não fazer força
  • Rigidez na parte da manha.
  • Também pode mudar de comportamento, ficando mais quieto.

                  

Diagnostico é feito com auxilio de Rx e exames clínicos e o tratamento pode ser, através de:

- medicações

-fisioterapia

-acupuntura

-fitoterapicos chineses

-aromateria

-hidroterapia

Cuidados:
Mantenha o animal em um peso adequado para o seu tamanho;
Quando for brincar ou exercitar seu pet, prefira superfícies que não sejam lisas, de preferência a grama;
Procure ensinar o cão a não subir e descer dos móveis (como pular do sofá bruscamente quando a campainha toca);
Faça acompanhamentos veterinários regulares (uma vez ao ano) caso a raça tenha predisposição ao problema.

 

Imprimir

Cinesioterapia

Posted in Uncategorised

cinesio1 cinesio2 cinsesio3

O termo cinesioterapia significa tratamento pelo movimento, sendo que pode ser ativo (realizado pelo paciente) e passivo (realizado pelo terapeuta). Visa alongar, fortalecer, informar, reprogramar, mobilizar e estabilizar os membros e grupos musculares do animal.
Pode ser realizada através de alongamentos, movimentação passiva articular, exercícios de reflexo flexor, entre outros.