Imprimir

Artrite e Artrose

Artrite ou osteoartrite é uma condição dolorosa, uma inflamação que afeta as articulações, e pode ocorrer nos quadris, nos ombros, cotovelos, etc., do animal. È considerada doença do envelhecimento (afeta um em cinco cães com mais de sete anos de idade, que é o começo da velhice, para cães e gatos), mas pode ter várias causas: quedas, atropelamentos, obesidade, tendência genética. Artrite é uma inflamação leve, e artrose é a doença crônica, porque na artrose há a destruição dos tecidos das articulações.

Ja a artrite reumatóide ocorre quando o sistema imunológico do cachorro cria anticorpos que matam as proteínas do corpo, obviamente um dos problemas mais sérios dos cães. A cartilagem nas articulações torna-se inflamada, como resultado da resposta autoimune. Normalmente são administrados esteróides para matar os anticorpos e fortalecer o tecido ao redor das articulações.

 

Enquanto que a artrite séptica ocorre quando uma infecção no sistema do cachorro atinge a articulação. A infecção se desloca através da corrente sangüínea, e se instala na articulação.

                                    

Porém, o problema não se limita aos cães idosos. Displasia coxofemoral, ruptura dos ligamentos cruzados, luxação da patela, trauma articular, e outras condições comuns podem causar artrite degenerativa, mesmo em cães jovens. Cães de raças grandes são mais afetadas do que os cães de pequeno porte. Cães pesados ​​têm maior probabilidade de apresentar sintomas devido ao esforço extra colocado nos ligamentos e articulações.

  • Sinais que podem indicar que seu cão tenha artrite:
    -Dificuldade em urinar, defecar, levantar ou se abaixar;
    Relutância em fazer exercícios ou em subir e descer obstáculos; hesitação para pular
    Ele na esta conseguindo apoiar normalmente alguma patinha no chão, ou seja está mancando
    Quando sente dor, o animal tende a poupar o membro para não fazer força
  • Rigidez na parte da manha.
  • Também pode mudar de comportamento, ficando mais quieto.

                  

Diagnostico é feito com auxilio de Rx e exames clínicos e o tratamento pode ser, através de:

- medicações

-fisioterapia

-acupuntura

-fitoterapicos chineses

-aromateria

-hidroterapia

Cuidados:
Mantenha o animal em um peso adequado para o seu tamanho;
Quando for brincar ou exercitar seu pet, prefira superfícies que não sejam lisas, de preferência a grama;
Procure ensinar o cão a não subir e descer dos móveis (como pular do sofá bruscamente quando a campainha toca);
Faça acompanhamentos veterinários regulares (uma vez ao ano) caso a raça tenha predisposição ao problema.