Stiper

stiper 1  stiper 2

São pequenas pastilhas empregadas em diversas áreas terapêuticas que carregam consigo micro-cristais de quartzo (silício), que atuam absorvendo as energias desarmonizadas e desequilibradas do organismo, devolvendo-as de forma controlada, harmonizada e gradual, restabelecendo assim o fluxo de energia continuamente.

Elas atuam como as agulhas, porém de forma não invasiva e indolor, reequilibrando pontos e meridianos, estimulando-os de forma permanente, pois ficam presas ao corpo do animal com um micropore (esparadrapo cirúrgico) durante cinco dias.

No combate às dores agudas ou crônicas, pelo mesmo princípio da reordenação de ondas e freqüências, atuam de forma analgésica, amenizando as dores locais tão logo aplicadas, bem como otimizam o tratamento fisioterapêutico das principais lesões, como cervicalgias, lombalgias, hérnias de disco, tendinites, artrose. É comum sentir na região aplicada um leve aquecimento, proveniente do seu funcionamento, que também faz aumentar a circulação e oxigenação sanguínea local.